Páginas

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

COM A PALAVRA, VOCÊS...

Já tem mais de dois anos que um dia, movido pela curiosidade, escrevi um texto que distribuí no meu mailing. Na verdade, seguindo uma tendência atual, escrevi um texto num arquivo powerpoint. Pouco tempo depois disso me dei conta do incômodo desse modismo de se comunicar usando sempre recursos tecnológicos quando na verdade o que mais importa é o conteúdo. A partir daí os meus email´s passaram a circular apenas com textos e eventualmente algumas fotos.
É muito curioso que algumas pessoas tenham tecido elogios à esses textos. Claro, nem todos foram caso de elogios. Eu mesmo continuo considerando que na verdade não escrevo bem. Penso que deveria ler bem mais do que tenho conseguido atualmente. A leitura é uma das ferramentas das pessoas que escrevem, mesmo que seja por uma diversão como é o meu caso. E a escrita, um prazer solitário da mente, que pode se tornar uma atividade gratificante.
Já de antemão vou me desculpar pelos meus comuns erros de ortografia. O Bill (Gates) vai me perdoar, mas quando eu ingressei no primário não existiam corretores ortográficos. Existiam apenas professores e alunos. E eu ainda não consegui me acostumar com a idéia de que terei de usar uma máquina que corrija aquilo que não sei fazer bem. Eu sim é que preciso de correção. É uma questão de ponto de vista.
Quem por acaso venha a visitar o meu blog hoje verá que ele está crú. Nem ao menos personalizei. Verão nos posts seguintes que necessito criá-lo neste momento. Assim sendo as mudanças que se fizerem necessárias surgirão aos poucos. Gostaria de atualizá-lo todos os dias mas penso que isso não será possivel. Ao menos neste momento.
Quero fazer um agradecimento aos incentivadores.
À amiga Ana González que me cobrou o blog algumas dezenas de vezes. À Regina que tambem fez o mesmo e insiste à toda hora que escrevo bem. Ao Giba que vira e mexe me dá algum incentivo. Ao Ed que acaba nesse momento de mandar um email me parabenizando por uma ´canetada´. Ao Jan que tem a incrivel paciencia de ouvir todas as minhas idéias. Ao Claudio Reis que vai me ceder uma foto que vou gostar muito mesmo de postar. Ao Joca, Mestre Joca, Joa, o Joaquim Lopes, essa simpatia de pessoa que conheci no box de Interlagos há uma semana e me assutou quando no seu blog apareceu um post com o título "COM A PALAVRA, O ZÉ CLEMENTE...". E com direito a notinha também. E a todos os meus amigos, que não são poucos, e que são uma grande riqueza da minha vida. Afinal, é por causa de voces que o meu espaço na blogsfera está surgindo.
Abraços à todos.

6 comentários:

Mestre Joca disse...

Zé,

Seja bem-vindo à blogosfera, eu que também sou novato nesta área. De início assusta, mas é assim mesmo. O segredo, como me disse o Flávio Gomes, é postar sempre o que lhe vier à cabeça; depois é como sexo, devagar se entra no clima...
Com o tempo teu blog vai criando a própria personalidade e, acredite-me, essas coisas criam vida, escapam das nossas mãos e controle, são pequenos frankesteins que devem ser alimentados todos os dias...
É como andar de bicicleta, no início é meio assustador mas com o tempo a gente passa a gostar e de repente vira vício.
Sucesso, pois...

Grande abraço,

Claudio disse...

Parabéns Zé e benvindo ao mundo dos escribas tupiniquins e, desde já, pode contar sempre com os "retratos" deste lambe-lambe do kart.

Sucesso!

Anônimo disse...


Já coloquei seu blog em minha lista de favoritos ( olha só a companhia : Flavio Gomes, Fabio Seixas, Mestre Joca, Mestre Saloma e outras feras ). Parabéns . Nos vemos logo mais na Granja.

Zé Ayres

Anônimo disse...

parabens Ze'Clemente,e sim ,vc escreve bem.

Afonso

Regina disse...

ZeeeÉ!!
Já não é sem tempo!Muito bom!
Sucesso e continue escrevendo .
grande abraço,
Regina

Anônimo disse...

OI, Zé
Que venham muitos textos e que suas informações e capacidade de comunicação se multipliquem no mundo virtual. Demorou mas saiu. E já rendeu muiiiiiiiito!
Parabéns, Zè!