Páginas

sexta-feira, 12 de março de 2010

Onze motivos para ver televisão neste domingo. Vai valer a pena.

Uma parte dos meus amigos que acompanham o Amigos Velozes (muito obrigado à todos antes que eu me esqueça), são meus contemporâneos que adquiriram o hábito de acordar cêdo nos domingos para ver as provas de F1 de Emerson Fittipaldi.

Vieram na sequencia Piquet e Senna, e após o trágico fim deste último muita gente perdeu a motivação que tinha anteriormente. E essa perda motivacional ficou mais expressiva no período em que a F1 se tornou o que chamávamos na época de autorama. Carros andando um atrás do outro apenas exibindo as suas cores e eventualmente a fumaça de motores que explodiam. Felizmente isso acabou para a satisfação dos apaixonados pelo esporte e temos novamente uma F1 que atrai a curiosidade.

Esse final de semana os brasileiros, ufanistas ou não, que ligam a tv na esperança de ver boas atuações dos nossos patrícios, terão ao menos 11 motivos para ficar ligados nos acontecimentos.


É a primeira vez que 11 brasileiros aparecem disputando posições no mesmo final de semana em duas categorias top do automobilismo. Na Indy há 7 brasileiros confirmados, sendo um deles a primeira mulher brasileira a pilotar um monoposto de categoria top, um fato a ser realmente festejado.

Na F1, outros quatro vão brigar pelas posições na categoria que colocou o nome dos brasileiros em evidencia no cenário automobilístico internacional.

Nas duas categorias o primeiro brasileiro campeão foi Emerson Fittipaldi e isso é um mérito fenomenal. Ganhar títulos na F1 e vencer duas vezes a 500 Milhas de Indianápolis e mais um campeonato, que no passado já fez parte do calendário da F1, é um feito de incrível destaque que dá direito a honrarias.

Para melhorar as coisas para muitos, a Indy acontece aqui mesmo em São Paulo e o atrativo é tal que venderam 90% dos ingressos disponíveis, o que coloca o evento na posição de bem sucedido nos dias que antecedem o acontecimento principal.

Nos dois casos se trata de abertura de campeonato, o que é fator gerador de expectativa em relação ao prosseguimento e que resultará em audiencia ao longo do ano.

Entre os estreantes dois despertam muita curiosidade, sendo Bruno Senna pelas condições em que está indo para a pista, e na Indy Bia Figueiredo por ser a primeira brasileira.  

A última vez em que os brasileiros ficaram ligados nas duas categorias foi na década de 1980, quando havia brasileiros nas duas, sendo um deles Ayrton Senna que chegou a testar a Penske de Emerson no circuito de Firebird. Não apenas Senna faleceu mais tarde, como também Emerson deixou as pistas após a colisão no muro do oval de Michigan.

Para quem ainda tem a paixão pelo automobilismo que nos fazia ligar a tv para assistir as duas categorias, esse domingo será um grande motivo para estarmos diante da tv durante a manhã e à tarde também.

Às 9:00 o GP do Bahrein e às 13:00 a SP Indy 300. Sei de gente que vai almoçar com o prato na mão no sofá da sala. Tem diversão o dia todo.

Bom proveito.

Os pilotos brasileiros e suas equipes, que estarão na pista neste domingo:

Indy

Bia Figueiredo - Dreyer & Reinbold Racing
Helio Castroneves - Team Penske
Mario Moraes - KV Racing Technology
Mario Romancini - Conquest Racing
Rafael Matos - Luczo Dragon Racing
Tony Kanaan - Andretti-Green
Vitor Meira - A.J. Foyt Racing

F1
Rubens Barrichello - AT&T Williams F1
Felipe Massa - Scuderia Ferrari
Bruno Senna - HRT - Hispania Racing F1 Team
Lucas Di Grassi - Renault F1 Team

Um comentário:

Aun disse...

Serei um destes.

Já desmarquei compromissos e avisei que não estou nem para o Papa.