Páginas

domingo, 24 de julho de 2011

Nurburgring - Hamilton vence brilhantemente, muda a cena e "garante o ingresso"

Lewis Hamilton mudou a cena do mundial de pilotos de 2011, vencendo merecidamente na pista de Nurburgring e como um autentico campeão, à frente das Red Bull, Ferrari, e sem a presença do seu próprio companheiro de equipe que acabou abandonando a prova num final de semana ruim.

O resultado dessa corrida qualifica Hamilton como o grande responsável pela segunda colocação da McLaren com 50 pontos à frente da Ferrari, e a apenas 5 pontos de ocupar a segunda colocação do campeoanto de pilôtos. Button teve um final de semana bem abaixo das expectativas e acabou abandonando no meio da corrida.

Não fosse alguns problemas que têve nessa temporada, não estaria disputando a ponta do campeoanto mas estaria mantendo a segunda colocação de forma mais segura e Alonso teria muito mais trabalho para pontuar atualmente. Para o público apaixonado por corridas vejo um final de campeonato seguindo a minha expectativa já mencionada em post anterior, de que as bôas brigas serão vistas da segunda colocação para trás.

E hoje o próprio Vettal, o Sebastiãzinho voador, foi um dos patrocinadores dessa disputa duelando com Felipe Massa a quarta colocação. Ou.....será que Vettel foi conservador???

Na minha opinião foi conservador o suficiente para garantir a chegada, e mais conservador do que o público gosta quando a disputa por uma posição está franca e imininente. Ultrapassar Massa não é tão simples quanto muitos possam pensar e com os pneus no limite do desgaste a possibilidade de uma escapada era muito grande.

Mas, independentemente disso as disputas pelas colocações de segundo para trás garantiram o ingresso e penso que continuará sendo assim. Quando falo em segundo lugar me refiro ao segundo lugar na prova e no campeonato também.

Hamilton experimentou o gosto pela vitória numa batalha pela primeira posição onde a perícia era fundamental. Classificou-se a um décimo de segundo do pole, Webber, e a outro décimo de segundo à frente do líder do campeoanto, Vettel. Ficar encaxitado entre dois dentro de dois décimos sugere um grau de dificuldade considerável no curso da corrida.

Não apenas largou melhor que Webber, tomando a sua frente logo no início, como também soube administrar muito bem a tocada durante toda a prova num verdadeiro estilo campeão que sabe andar rápido ao mesmo tempo que tem carro para brigar pela sua posição no final.

O grande sabor dessa vitória para o púlico é que isso se trata de um anúncio de que não termos provas monótonas até o final do campeoanto, muito embora o virtual vencedor de 2011 seja mesmo Vettel, que não vai mesmo se contentar com desempenhos como os de hoje, o seu pior nessa temporada.

Parabéns Hamilton, garantiu o ingresso.

Um comentário:

Joel Marcos Cesetti disse...

Hamilton fez um ótimo trabalho e mereceu a vitória.

Abraços